Mensagens do Dia

Dia 1º 

Disse Jesus: “Se permanecerdes na minha palavra, sereis verdadeiramente livres e a verdade vos libertará” (João 8,31-32).

Dia 2 

Disse Jesus: “Em verdade, em verdade, eu vos digo, se alguém guardar a minha palavra, jamais verá a morte” (João 8,51).

Dia 3 

“Eu vos amo, ó Senhor! Sois minha força, minha rocha, meu refúgio e salvador! Ó meu Deus, sois o rochedo que me abriga, minha força e poderosa salvação, sois meu escudo e proteção: em vós espero! [...] Ao Senhor eu invoquei na minha angústia e elevei o meu clamor para o meu Deus; de seu templo ele escutou a minha voz, e chegou a seus ouvidos o meu grito” (Salmo 17).

Dia 4 

 

“Ouvi, nações, a palavra do Senhor e anunciai-lhe nas ilhas mais distantes: ‘Quem dispersou Israel vai congregá-lo e o guardará qual pastor ao seu rebanho’. [...] Então a virgem dançará alegremente, também o jovem e o velho exultarão; mudarei em alegria o seu luto, serei consolo e conforto após a guerra” (Jeremias 31).

Dia 5 

Domingo de Ramos – “Hosana ao Filho de Davi! Bendito o que vem em nome do Senhor! Hosana no mais alto dos céus!” (Mateus 21,9).

Dia 6 

“O Senhor é minha luz e salvação; de quem eu terei medo? O Senhor é a proteção da minha vida; perante quem eu tremerei? [...] Sei que a bondade do Senhor eu hei de ver na terra dos viventes. Espera no Senhor e tem coragem, espera no Senhor!” (Salmo 26).

Dia 7 

“Eu procuro meu refúgio em vós, Senhor, que eu não seja envergonhado para sempre! Porque sois justo, defendei-me e libertai-me! Escutai a minha voz, vinde salvar-me! [...] Porque sois, ó Senhor Deus, minha esperança, em vós confio desde a minha juventude! Sois meu apoio desde antes que eu nascesse, desde o seio maternal, o meu amparo” (Salmo 70).

Dia 8 

“O Senhor Deus deu-me língua adestrada, para que eu saiba dizer palavras de conforto à pessoa abatida; ele me desperta cada manhã e me excita o ouvido, para prestar atenção como um discípulo” (Isaías 50,4).

Dia 9 

 

Quinta-feira Santa – “Jesus, sabendo que o Pai tinha colocado tudo em suas mãos e que de Deus tinha saído e para Deus voltava, levantou-se da mesa, tirou o mando, pegou uma toalha e amarrou-a na cintura. Derramou água numa bacia e começou a lavar os pés dos discípulos, enxugando-os com a toalha com que estava cingido” (João 13,3-5).

Dia 10 

Sexta-feira Santa – “Perto da cruz de Jesus, estavam de pé a sua mãe, a irmã da sua mãe, Maria de Cléofas, e Maria Madalena. Jesus, ao ver sua mãe e, ao lado dela, o discípulo que ele amava, disse à mãe: ‘Mulher, este é o teu filho’. Depois disse ao discípulo: ‘Esta é a tua mãe’. [...] Havia ali uma jarra cheia de vinagre. Amarraram numa vara uma esponja embebida de vinagre e levaram-na à boca de Jesus. Ele tomou o vinagre e disse: ‘Tudo está consumado’. E, inclinando a cabeça, entregou o espírito” (João 18,25-27.29-30).

 

Dia 11 

Vigília Pascal – “Depois do sábado, ao amanhecer do primeiro dia da semana, Maria Madalena e a outra Maria foram ao sepulcro. [...] Então o anjo disse às mulheres: ‘Não tenhais medo! Sei que procurais Jesus, que foi crucificado. Ele não está aqui! Ressuscitou, como havia dito! Vinde ver o lugar em que ele estava. Ide depressa contar aos discípulos que ele ressuscitou dos mortos e que vai à vossa frente para a Galileia. Lá vós o vereis” (Mateus 28,1.5-7).

Dia 12 

PÁSCOA DA RESSURREIÇÃO – “No primeiro dia da semana, Maria Madalena foi ao túmulo de Jesus, bem de madrugada, quando ainda estava escuro, e viu que a pedra tinha sido retirada do túmulo. Então ela saiu correndo e foi encontrar Simão Pedro e o outro discípulo, aquele que Jesus amava [...]. Saíram, então, Pedro e outro discípulo e foram ao túmulo. [...] Chegou Simão Pedro, que vinha correndo atrás, e entrou no túmulo. Viu as faixas de linho deitadas no chão e o pano que tinha  estado sobre a cabeça de Jesus, não posto com as faixas, mas enrolado num lugar à parte. Então entrou também o outro discípulo, que tinha chegado primeiro ao túmulo. Ele viu e acreditou. De fato, eles ainda não tinham compreendido a Escritura, segundo a qual ele devia ressuscitar dos mortos” (João 20,1-3.6-9).

 

Dia 13 

“As mulheres partiram depressa do sepulcro. Estavam com medo, mas correram com grande alegria para dar a notícia aos discípulos. De repente, Jesus foi ao encontro delas e disse: ‘Alegrai-vos!’. As mulheres aproximaram-se e prostraram-se diante de Jesus, abraçando seus pés. Então Jesus disse a elas: ‘Não tenhais medo. Ide anunciar aos meus irmãos que se dirijam para a Galileia. Lá eles me verão’” (Mateus 28, 8-10).

Dia 14 

“Maria estava do lado de fora do túmulo, chorando. [...] Jesus perguntou-lhe: ‘Mulher, por que choras?’. [...] Então Jesus disse: ‘Maria!’. Ela voltou-se e exclamou, em hebraico: ‘Rabuni’ (que quer dizer mestre). Jesus disse: ‘Não me segures. Ainda não subi para junto do meu Pai. Mas vai dizer aos meus irmãos: subo para junto do meu Pai e vosso Pai, meu Deus e vosso Deus’. Então Maria Madalena foi anunciar aos discípulos: ‘Eu vi o Senhor!’ e contou o que Jesus lhe tinha dito” (João 20,11.15-18).

Dia 15 

“Naquele mesmo dia, o primeiro da semana, dois discípulos de Jesus iam para um povoado, chamado Emaús [...]. Enquanto conversavam e discutiam, o próprio Jesus se aproximou e começou a conversar com eles. [...] Quando se sentou à mesa com eles, tomou o pão, abençoou-o, parti-o e lhe distribuía. Nisso os olhos dos discípulos se abriram, e eles reconheceram Jesus. [...] Naquela mesma hora, eles se levantaram e voltaram para Jerusalém, onde encontraram os onze reunidos com os outros” (Lucas 24,13.15.30-33).

 

Dia 16 

“Ainda estavam falando quando o próprio Jesus apareceu no meio deles e lhes disse: ‘A paz esteja convosco!’. Eles ficaram assustados e cheios de medo, pensando que estavam vendo um fantasma. Mas Jesus disse: ‘Por que estais preocupados e por que tendes dúvidas no coração? Vede minhas mãos e meus pés: sou eu mesmo! Tocai em mim e vede! Um fantasma não tem carne nem ossos, como estais vendo que eu tenho’. E, dizendo isso, Jesus mostrou-lhes as mãos e os pés” (Lucas 24,36-40).

Dia 17 

“Dai graças ao Senhor, porque ele é bom! ‘Eterna é a sua misericórdia!’. [...] Ó Senhor, dai-nos a vossa salvação; ó Senhor, dai-nos também prosperidade. Bendito seja, em nome do Senhor, aquele que em seus átrios vais entrando! Desta casa do Senhor vos bendizemos. Que o Senhor e nosso Deus nos ilumine!” (Salmo 117).

Dia 18 

“Jesus apareceu aos onze discípulos enquanto estavam comendo, repreendeu-os por causa da falta de fé e pela dureza de coração, porque não tinham acreditado naqueles que o tinham visto ressuscitado. E disse-lhes: ‘Ide pelo mundo inteiro e anunciai o evangelho a toda criatura!’” (Marcos 16,14-15).

Dia 19 

“Oito dias depois, encontravam-se os discípulos novamente reunidos em casa , e Tomé estava com eles. Estando fechadas as portas, Jesus entrou, pôs-se no meio deles e disse: ‘A paz esteja convosco’. Depois disse a Tomé: ‘Põe o teu dedo aqui e olha as minhas mãos. Estende a tua mão e coloca-a no meu lado. E não sejas incrédulo, mas fiel’. Tomé respondeu: ‘Meu Senhor e meu Deus!’” (João 20,26-28).

Dia 20 

Disse Jesus a Nicodemos: “Em verdade, em verdade te digo, se alguém não nasce da água e do Espírito, não pode entrar no reino de Deus. Quem nasce da carne é carne; quem nasce do Espírito é espírito. Não te admires por eu haver dito: ‘Vós deveis nascer do alto’. O vento sopra onde quer e tu podes ouvir o seu ruído, mas não sabes de onde vem nem para onde vai. Assim acontece a todoaquele que nasceu do Espírito” (João 3,5-8).

Dia 21 

“A multidão dos fiéis era um só coração e uma só alma. Ninguém considerava como próprias as coisas que possuía, mas tudo entre eles era posto em comum. Com grandes sinais de poder, os apóstolos davam testemunho da ressurreição do Senhor Jesus. E os fiéis eram estimados por todos” (Atos dos Apóstolos 4,32-33).

Dia 22 

“Deus amou tanto o mundo, que deu o seu Filho unigênito, para que não morra todo o que nele crer, mas tenha a vida eterna. [...] Ora, o julgamento é este: a luz veio ao mundo, mas os homens preferiram as trevas à luz, porque suas ações eram más. Quem pratica o mal odeia a luz e não se aproxima da luz, para que suas ações não sejam denunciadas. Mas quem age conforme a verdade aproxima-se da luz, para que se manifeste que suas ações são realizadas em Deus” (João 3,16.19-21).

Dia 23 

Disse Pedro: “É preciso obedecer a Deus antes que os homens. O Deus de nossos pais ressuscitou Jesus, a quem vós matastes, pregando-o numa cruz. Deus, por seu poder, o exaltou, tornando-o guia supremo e salvador, para dar ao povo de Israel a conversão e o perdão dos seus pecados. E disso somos testemunhas, nós e o Espírito Santo, que Deus concedeu àqueles que lhe obedecem” (Atos dos Apóstolos 5,29-32).

Dia 24 

 

“O Senhor é minha luz e salvação; de quem eu terei medo? O Senhor é a proteção da minha vida; perante quem eu tremerei? [...] Sei que a bondade do Senhor eu hei de ver na terra dos viventes. Espera no Senhor e tem coragem, espera no Senhor!” (Salmo 26).

Dia 25 

“Caríssimos, revesti-vos todos de humildade no relacionamento mútuo, porque Deus resiste aos soberbos, mas dá a sua graça aos humildes” (1 Pedro 5,5).

Dia 26 

“Guardai-me, ó Deus, porque em vós me refugio! Digo ao Senhor: ‘Somente vós sois meu Senhor: nenhum bem eu posso achar fora de vós!’. Ó Senhor, sois minha herança e minha taça, meu destino está seguro em vossas mãos! [...] Vós me ensinais vosso caminho para a vida; junto a vós felicidade sem limites, delícia eterna e alegria ao vosso lado!” (Salmo 15).

Dia 27 

Disse Jesus: “Em verdade, em verdade eu vos digo, estais me procurando não porque vistes sinais, mas porque comestes pão e ficastes satisfeitos. Esforçai-vos não pelo alimento que se perde, mas pelo alimento que permanece até a vida eterna e que o Filho do homem vos dará. Pois este é quem o Pai marcou com seu selo’. Então perguntaram: ‘Que devemos fazer para realizar as obras de Deus?’. Jesus respondeu: ‘A obra de Deus é que acrediteis naquele que ele enviou’” (João 6,26-29).

Dia 28 

“Sede uma rocha protetora para mim, um abrigo bem seguro que me salve! Sim, sois vós a minha rocha e fortaleza; por vossa honra, orientai-me e conduzi-me! Em vossas mãos, Senhor, entrego o meu espírito, porque vós me salvareis, ó Deus fiel! Quanto a mim, é ao Senhor que me confio, seu amor me faz saltar de alegria” (Salmo 30).

Dia 29 

Disse Jesus: “Eu sou o pão da vida. Quem vem a mim não terá mais fome e quem crê em mim nunca mais terá sede. [...] Pois eu desci do céu não para fazer a minha vontade, mas a vontade daquele que me enviou. E esta é a vontade daquele que me enviou: que eu não perca nenhum daqueles que ele me deu, mas os ressuscite no último dia” (João 6,35.38-39).

Dia 30 

“Nações, glorificai ao nosso Deus, anunciai em alta voz o seu louvor! É ele quem dá vida à nossa vida e não permite que vacilem nossos pés. [...] Bendito seja o Senhor Deus, que me escutou, não rejeitou minha oração e meu clamor nem afastou longe de mim o seu amor!” (Salmo 65).