Mensagens do Dia

Dia 1º 

“Glorifica o Senhor, Jerusalém! Ó Sião, canta louvores ao teu Deus! Pois reforçou com segurança as tuas portas e os teus filhos em teu seio abençoou” (Salmo 147).

Dia 2 

“Assim como a corça suspira pelas águas correntes, suspira igualmente minha alma por vós, ó meu Deus. A minha alma tem sede de Deus e deseja o Deus vivo. Quando terei a alegria de ver a face de Deus? [...] Enviai vossa luz, vossa verdade: elas serão o meu guia; que me levem ao vosso monte santo, até vossa morada” (Salmo 41).

Dia 3 

“Caríssimos, vede que grande presente o Pai nos deu: de sermos chamados filhos de Deus! E nós o somos! Se o mundo não nos conhece, é porque não conheceu o Pai. Caríssimos, desde já somos filhos de Deus, mas nem seque se manifestou o que seremos! Sabemos que, quando Jesus se manifestar, seremos semelhantes a ele, porque o veremos tal como ele é. Todo que espera nele purifica-se a si mesmo, como também ele é puro” (1 João 3,1-3).

Dia 4 

Disse Jesus: “Quando tu deres um almoço ou um jantar, não convides teus amigos, nem teus irmãos, nem teus parentes , nem teus vizinhos ricos. Pois estes poderiam também convidar-te e isso já seria a tua recompensa. Pelo contrário, quando deres uma festa, convida os pobres, os aleijados, os
coxos, os cegos. Então tu serás feliz! Porque eles não te podem retribuir. Tu receberás a recompensa na ressurreição dos justos” (Lucas 14,12-14).

Dia 5 

“Senhor, meu coração não é orgulhoso, nem se eleva arrogante o meu olhar; não ando à procura de grandezas nem tenho pretensões ambiciosas! Fiz calar e sossegar a minha alma; ela está em grande paz dentro de mim, como a criança bem tranquila, amamentada no regaço acolhedor de usa mãe. Confia no Senhor, ó Israel, desde agora e por toda a eternidade” (Salmo 130).

Dia 6 

“Amarás a teu próximo como a ti mesmo. O amor não faz nenhum mal contra o próximo. Portanto, o amor é o cumprimento perfeito da lei” (Romanos 13,9b-10).

Dia 7 

“O Senhor é minha luz e salvação; de quem eu terei medo? O Senhor é a proteção da minha vida; perante quem eu tremerei? Ao Senhor eu peço apenas uma coisa, e é só isto que eu desejo: habitar o santuário do Senhor por toda a minha vida; saborear a suavidade do Senhor e contemplá-lo no seu  templo. Sei que a bondade do Senhor eu hei de ver na terra dos viventes. Espera no Senhor e tem coragem, espera no Senhor” (Salmo 26)

Dia 8 

“Cantai ao Senhor Deus um canto novo, porque ele fez prodígios! Sua mão e o seu braço forte e santo alcançaram-lhe a vitória. [...] Os confins do universo contemplaram a salvação do nosso Deus. Aclamai o Senhor Deus, ó terra inteira, alegrai-vos e exulta” (Salmo 97).

Dia 9 

 

“O Senhor para nós é refúgio e vigor, sempre pronto, mostrou-se um socorro na angústia; assim não tememos se a terra estremece, se os montes desabam, caindo nos mares. [...] Conosco está o Senhor do universo! O nosso refúgio é o Deus de Jacó! Vinde ver, contemplai os prodígios de Deus e a obra estupenda que fez no universo: reprime a guerra da face da terra” (Salmo 45).

Dia 10 

“Ó Senhor, ouvi a minha justa causa, escutai-me e atendei o meu clamor! Inclinai o vosso ouvido à minha prece, pois não existe falsidade nos meus lábios! Os meus passos eu firmei na vossa estrada, e por isso os meus pés não vacilaram. Eu chamo, ó meu Deus, porque me ouvi, inclinai o vosso
ouvido e escutai-me! Protegei-me qual dos olhos a pupila e guardai-me à proteção de vossas asas. Mas eu verei, justificado, a vossa face e, ao despertar, me saciará vossa presença” (Salmo 16).

Dia 11 

“Senhor, vós me sondais e conheceis, sabeis quando me sento ou me levanto; de longe penetrais meus pensamentos, percebeis quando me deito e quando eu ando, os meus caminhos vos são todos conhecidos. A palavra nem chegou à minha boca e já, Senhor, a conheceis inteiramente. Por detrás e pela frente me envolveis; pusestes sobre mim a vossa mão. Essa verdade é por demais maravilhosa, é tão sublime, que não posso compreendê-la” (Salmo 138).

Dia 12 

“Bendirei o Senhor Deus em todo o tempo, seu louvor estará sempre em minha boca. Minha alma se gloria no Senhor; que ouçam os humildes e se alegrem” (Salmo 33).

Dia 13 

“Quando estava para entrar num povoado, dez leprosos vieram ao seu encontro. Pararam a distância e gritaram: ‘Jesus, mestre, tem compaixão de nós!’. Ao vê-los, Jesus disse: ‘Ide apresentar-vos aos sacerdotes’. Enquanto caminhavam, aconteceu que ficaram curados. Um deles, ao perceber que estava curado, voltou glorificando a Deus em alta voz; atirou-se aos pés de Jesus com o rosto por terra e lhe agradeceu. [...] Disse-lhe Jesus: ‘Levanta-te e vai! Tua fé te salvou” (Lucas 17,12-16.19).

Dia 14 

“É eterna, ò Senhor, vossa Palavra, ela tão firme e estável como o céu. De geração em geração, vossa verdade permanece como a terra que firmastes. Porque mandastes, tudo existe até agora; todas as coisas, ó Senhor, vos obedecem! Vossa Palavra, ao revelar-se, me ilumina, ela dá sabedoria aos pequeninos. [...] Possa eu viver e para sempre vos louvar; e que me ajudem, ó Senhor, vosso conselhos” (Salmo 118).

Dia 15 

“Os céus proclamam a glória do Senhor, e o firmamento, a obra de suas mãos; o dia ao dia transmite esta mensagem, a noite à noite publica esta notícia. Não são discursos nem frases ou palavras, nem são vozes que possam ser ouvidas; seu som ressoa e se espalha em toda a terra, chega aos confins do universo a sua voz” (Salmo 18a).

Dia 16 

“Cantai salmos ao Senhor ao som da harpa e da cítara suave! Aclamai, com os clarins e as trombetas, ao Senhor, o nosso rei! [...] Exultem na presença do Senhor, pois ele vem, vem julgar a terra inteira. Julgará o universo com justiça e as nações com equidade” (Salmo 97).

Dia 17 

“Quando Jesus se aproximava de Jericó, um cego estava sentado à beira do caminho, pedindo esmolas. [...] Então o cego gritou: ‘Jesus, filho de Davi, tem piedade de mim’. [...] Jesus parou e mandou que levassem o cego até ele. Quando o cego chegou perto, Jesus perguntou: ‘O que queres que eu faça por ti?’. O cego respondeu: ‘Senhor, eu quero enxergar de novo’. Jesus disse: ‘Enxerga, pois, de novo. A tua fé te salvou’” (Lucas 18,35.38.40-42).

Dia 18 

“Cantai ao Senhor Deus um canto novo, porque ele fez prodígios. Sua mão e o seu braço forte e santo alcançaram-lhe a vitória. [...] Os confins do universo contemplaram a salvação do nosso Deus. Aclamai o Senhor Deus, ó terra inteira, alegrai-vos e exultai” (Salmo 97).

Dia 19 

“[...] Quando chamei em alta voz pelo Senhor, do monte santo ele me ouviu e respondeu. Eu me deito e adormeço tranquilo; acordo em paz, pois o Senhor é o meu sustento [...]” (Salmo 3).

Dia 20 

“Ó Senhor, ouvi a minha justa causa, escutai-me e atendei o meu clamor! Inclinai o vosso ouvido à minha prece, pois não existe falsidade nos meus lábios. [...] Protegei-me qual dos olhos a pupila e guardai-me à proteção de vossas asas. E verei, justificado, a vossa face e, ao despertar, me saciará vossa presença” (Salmo 16).

Dia 21 

Disse Jesus: “Eis minha mãe e meus irmãos. Pois todo aquele que faz a vontade do meu Pai, que está nos céus, esse é meu irmão, minha irmã e minha mãe” (Mateus 12,49).

Dia 22 

“Bendito sejais vós, ó Senhor Deus, Senhor Deus de Israel, o nosso pai, desde de sempre e por toda a eternidade! [...] Sois o Senhor e dominais o universo, em vossa mão se encontra a força e o poder, em vossa mão tudo se afirma e tudo cresce” (1 Crônica).

Dia 23 

“Senhor, de coração vos darei graças, as vossas maravilhas cantarei! Em vós exultarei de alegria, cantarei ao vosso nome, Deus altíssimo” (Salmo 9a).

Dia 24 

“Que alegria quando ouvi que me disseram: ‘Vamos à casa do Senhor!’. E agora nossos pés já se detêm, Jerusalém, em tuas portas. Para lá sobem as tribos de Israel, as tribos do Senhor. Para louvar, segundo a lei de Israel, o nome do Senhor. A sede da justiça lá está e o trono de Davi” (Salmo 121).

Dia 25 

Disse Jesus: “Em verdade vos digo que essa pobre viúva ofertou mais do que todos. Pois todos eles depositaram, como oferta feita a Deus, aquilo que lhe sobrava. Mas a viúva, na sua pobreza ofertou tudo quanto tinha para viver” (Lucas 21,3-4).

Dia 26 

“Obras do Senhor, bendizei o Senhor! Louvai-o e exaltai-o pelos séculos sem fim!” (Daniel 3).

Dia 27 

“Lua e sol, bendizei o Senhor! Astros e estrelas, bendizei o Senhor! Chuvas e orvalhos, bendizei o Senhor! Brisas e ventos, bendizei o Senhor! Fogo e calor, bendizei o Senhor! Frio e ardor, bendizei o Senhor!” (Daniel 3).

Dia 28 

“Orvalhos e garoas, bendizei o Senhor! Geada e frio, bendizei o Senhor! Gelos e neves, bendizei o Senhor! Noites e dias, bendizei o Senhor! Luzes e trevas, bendizei o Senhor! Raios e nuvens, bendizei o Senhor! Ilhas e terra, bendizei o Senhor!” (Daniel 3).

Dia 29 

“Montes e colinas, bendizei o Senhor! Plantas da terra, bendizei o Senhor! Mares e rios, bendizei o Senhor! Fontes e nascentes, bendizei o Senhor! Baleias e peixes, bendizei o Senhor! Pássaros do céu, bendizei o Senhor! Feras e rebanhos, bendizei o Senhor!” (Daniel 3).

Dia 30 

“Os céus proclamam a glória do Senhor, e o firmamento, a obra de tuas mãos; o dia ao dia transmite essa mensagem, a noite à noite publica essa notícia. Não são discursos nem frases ou palavras, não são vozes que se possam ser ouvidas; seu som ressoa e se espalha em toda a terra, chega aos confins do universo a sua voz” (Salmo 18).