Madre Mazzarello

Maria Domenica Mazzarello nasceu no dia 9 de maio de 1837, na pequena cidade de Mornese, Itália. Era a primeira filha de Giuseppe Mazzarello e Madalena Calcagno. Sua infância se caracteriza pela sólida vida cristã e pelo trabalho no campo. Inteligente e sensível, abriu-se à fé sob a orientação dos pais e de Pe. Pestarino, seu diretor espiritual. Como toda adolescente, Maria Mazzarello teve uma grande amiga: Petronilla Mazzarello, com quem compartilhou a missão que lhe foi confiada por Nossa Senhora. 

Na paróquia, Mazzarello fez parte da União das Filhas de Maria Imaculada, colocando-se a serviço de quem mais precisava. Aos 23 anos contraiu a doença do tifo e ficou com a saúde debilitada. Esse foi um momento crucial em sua vida, porque longe do trabalho do campo,
intuiu sua vocação educativa e se dedicou à educação das meninas de Mornese. Com Petronilla, abriu uma sala de costura, com o objetivo de ensiná-las um ofício e, sobretudo, “fazer Jesus conhecido e amado”.

Em 1864, pela primeira vez, Maria Mazzarello se encontra com Dom Bosco, por intermédio de Pe. Pestarino. Era o início de uma longa caminhada! Impulsiondos pelo mesmo ardor apostólico, Mazzarello e Dom Bosco fundaram, no dia 5 de agosto de 1872, o Instituto das Filhas de Maria Auxiliadora, com a finalidade de “colaborar na salvação do próximo, especialmente na educação cristã da juventude”.
Maria Mazzarello foi a primeira Madre do Instituto, mas no início não gostaria que fosse assim, por ser uma simples camponesa. Porém, a sabedoria de Dom Bosco o fez acreditar que ela era capaz de guiar a família religiosa que nascia e a conveceu a aceitar a missão que o Senhor mesmo lhe confiava. De 1872 até o momento de sua morte, Madre Mazzarello exercitou sua maternidade espiritual acompanhando as irmãs, fazendo visita as novas comunidades que nasciam e por meio de belíssimas cartas. Viveu sua missão na simplicidade e alegria, como “verdadeira filha de Maria”. Morreu no dia 14 de maio de 1881, em Nizza Monferrato, Itália.